Todos os povos devem permanecer ombro a ombro contra o EI em Rojava

Tradução: A. Thomazini

Enquanto as forças do YPG/YPJ fazem operações para libertar aldeias em Serêkaniyê que foram ocupadas pelo EI, curdos, árabes, chechenos, sírios e os povos Yezidi estão vivendo juntos em paz no cantão Cizîre e em Rojava de modo mais amplo – escreve İsmail Eskin em um artigo para DIHA que apareceu em Özgür Gündem.

O batalhão militar ‘Mártir Mihemed Trezan’, formado por diferentes povos da região e que está lutndo juntamente com o YPG contra o EI, é formada por chechenos, curdos e árabes. O batalhão dos combatentes chechenos, árabes e curdos que se uniram há 13 dias nas aldeias de Tolan, Ömeyir e Nuh – nas quais haviam sido libertadas pelas forças do YPG – é um ótimo exemplo de defesa comum.

Tiramos nossa força a partir de Kobane

O comandante do batalhão, Xalit Çaviş – que se identifica como um checheno e afirma que seu povo viveu por muitos anos junto aos curdos – disse ao DIHA que “não há nenhuma diferença entre nós. Estamos lutando juntos por nossas terras e por nossa honra.”

Çaviş acrescentou que não são somente os curdos que desejam ver essas áreas limpas da presença do EI, afirmando que “é dever de todos limpar estas terras das gangues.” Ele passou a dizer que ele não viu nenhuma conexão entre si e esses chechenos que lutam juntamente ao EI [muitos dos quais vieram de fora da Síria] e mostram Kobane como exemplo, declarou que “lutamos por nossos irmãos em Kobane. Estamos nos fortalecendo a partir da resistência histórica em Kobane.”

Nós levantamos a bandeira da Revolução

Çaviş, que utiliza o calendário da Hégira, explicou que seus antepassados chegaram a Serêkaniyê em 1813, disse ao DIHA que “quando nós aqui chegamos, aprendemos o Islã dos curdos.” Ele passou a falar de como os povos chechenos, árabes e curdos fundaram Kobane juntos, afirmando que “com a revolução em Rojava os laços entre os povos se fortaleceram. As gangues não podem acabar com isso.”  Çaviş terminou ressaltando que eles estavam prontos a dar a vida em solidariedade com o povo, mesmo sob a opressão do EI.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s