Imprensa Curda reporta dezenas de “massacrados” na Turquia

A televisão estatal turca noticiou que 60 civis morreram em uma operação, mas mais tarde retratou a declaração.

Um número desconhecido de curdos foram mortos em Cizre pelas forças turcas, com a mídia estatal apenas reportando a declaração de que  “cerca de 60 terroristas (foram) neutralizados” no Domingo.

Outras fontes locais relatam que dezenas de civis morreram em um “massacre”.

Dezenas foram feridos por confrontos anteriores em Cizre, que está sitiada há 66 dias, ficaram presos em um porão por duas semanas. Os feridos estavam esperando no prédio por ajuda médica, mas as forças do Estado impediram o acesso. O último contato com eles foi há 10 dias atrás.

Médicos, políticos e jornalistas tem sido bloqueados da área onde se acreditava que a operação estava acontecendo, com a mídia Curda alegando que as forças do estado atiravam de maneira aleatória para aparentar um conflito com o PKK, um grupo de guerrilha Curdo. Duas explosões foram ouvidas no início da noite de domingo, mas a mídia turca está reportando confrontos pesados.

Noticia-se que o hospital público de Cizre está bloqueado.

O Primeiro Ministro turco Ahmet Davutoglu disse na Segunda-feira que os relatos iniciais de vítimas não eram oficiais, e que “com a boa vontade de Deus” a operação em Cizre terminaria em breve.

Desde as notícias iniciais foram relatadas, o governador local confirmou 10 mortes, o partido Curdo HDP reportou 30 queimados vivos e a agência de notícia do estado Anadolu Ajansi relatou a confirmação de 18 pessoas mortas. A Turquia quebrou o cesar-fogo com o PKK, que considera um grupo terrorista em Agosto e impôs cercos e toques de recolher em toda a sua área do Sudeste de maioria curda.

O último número de mortos é de 224 civis mortos na região predominantemente curda do país desde Agosto, segundo a Human Rights Foundation da Turquia.

O Presidente Recep Tayyip Erdogan questionou os relatos de que nenhuma ambulância fora enviada, alegando que se eles não estão resgatando os feridos, “talvez eles não estivessem feridos”.

Fotos de civis emboscados em dois porões surgiram na rede social, um deles foi queimado e os outros cobertos em cinzas. Nove pessoas foram dadas como mortas em um incêndio e seis por perda de sangue.

Um representante da província de Faysal, Faysal Sarıyıldız do HDP, partido político de esquerda pró-curdo, disse que ele recebeu uma mensagem de texto do membro da assembleia Mehmet Yavuzer, um dos feridos: “Eu vou me matar. Já basta . Eu não quero ouvir mais gritos por água. Eu não quero que ninguém me ligue mais. Água, camarada, apenas água… “

Protestos tem sido agendados ao redor da região Curda e na Europa, com protestantes em Paris e Erbil relatam confrontos com a polícia. Os partidos curdos HDP e DBP pediram completa resistência à violência das forças turcas, alertando que eles podem executar mais massacres.

Mães de vítimas disseram à ANF que “o Estado deveria temer as mães Curdas.” Elas também disseram, “você não pode exterminar o povo curdo com esses massacres, você apenas aumenta a dor.”.

As mulheres do grupo Mães da Paz realizaram uma greve de fome no edifício das Nações Unidas em Ancara exigindo que os feridos em Cizre sejam liberados. Membro do Parlamento, Sarıyıldız, escreveu uma carta na semana passada para as Nações Unidas exigindo ação, mas as autoridades responderam que não foi “possível satisfazer essa demanda.”

O tribunal constitucional turco também se recusou a agir, por isso, os ativistas estiveram planejando um pedido de ajuda ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos.

Tradução: Comitê de Solidariedade à Resistência Popular Curda – SP.

Anúncios

Um comentário sobre “Imprensa Curda reporta dezenas de “massacrados” na Turquia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s